quinta-feira, 17 de julho de 2014

Bernardete Panstein da Associação Húngara faz comunicado

Bernardete Panstein, a Diretora Social da entidade húngara de Jaraguá do Sul [SC], através de comunicado orienta os associados e simpatizantes para os festejos dos 138 anos de fundação da cidade, que serão comemorados em 25 de julho [sexta-feira]. Eis a comunicação:

Desde já agradeço a todos que confirmaram presença no desfile do dia 25 de julho.
Informação para este pessoal - O desfile festivo de aniversário, com inicio marcado para 15h na rua Walter Marquardt, em frente ao posto Mime. Segue até o parque municipal de Eventos, onde será servido um bolo e após terá bailão e dança para os jovens e tudo regado a muita comida típica ( cada etnia venderá um prato típico alusivo a suas raízes). A associação húngara venderá o famoso STRUDEL de queijinho branco.
Para a formação do grupo no local do desfile, procurem o ELIAS MÜLLER ( que é o financeiro da associação), a CLÁUDIA KITZBERGER ( que é do grupo de dança) ou pela comissão organizadora da fundação cultural. Eles iram orientar vcs.

Sds,
Bernardete Panstein
Diretora Social - AHJS
 

Dunántúl, magyar folk no Brasil



Jaraguá do Sul [SC], Noite das Sopas húngara foi permeada de folclore pelo grupo de dança Dunántúl, magyar folk no Brasil.
O evento reuniu mais de 600 convidados, no salão da Igreja Católica da Barra do Rio Cerro.

Dunántúl, dança folclórica da Hungria





Jaraguá do Sul [SC] -Dunántúl, dança folclórica da Hungria, da região de Vésprém, que chegou no sul do Brasil por volta de 1891, o movimento imigratório. Com o povo do leste europeu veio a cultura do folclore e outras formas do mundo magyar.

Gabriela Mandy, de Budapest em Jaraguá





Gabriela Mandy, de Budapest está em Jaraguá do Sul [SC] para ministrar aulas na Comunidade Católica de São Marco, Barra do Rio Cerro, subiu ao palco durante a Noite das Sopas, para cantar uma pequena canção no idioma magyar.

Estrada Garibaldi, memória e história da imigração húngara - 01



Jaraguá do Sul [SC] - Estrada Garibaldi, memória e história da imigração suábia húngara - 01. 
O vídeo é fruto da visita da professora Gabriela Mandy, de Língua Estrangeira Magyar, que está no Brasil facilitada pela Governo da Hungria.
De folga solicitou a visita à Associação Húngara, para conhecer os locais por onde entraram os imigrantes suábios húngaros, na região do Alto Garibaldi [divisa de Jaraguá do Sul e Rio dos Cedros].
A visita facilitou a compreensão da história, geografia, bacia hidrográfica do riacho Garibaldi e Rio Jaraguá, bem como os aspectos florestais, agricultura [monocultura da banana e plantações de aipim], pecuária, edificações históricas dos pontos de sociabilidades como, a Igreja São Pedro, unidade escolar [sede Associação de Moradores] e cemitério católico.
Ademir Pfiffer - Historiador

Estrada Garibaldi, memória e história da imigração húngara - 03





Jaraguá do Sul [SC] - Estrada Garibaldi, memória e história da imigração suábia húngara - 03. 
O vídeo é fruto da visita da professora Gabriela de Língua Estrangeira Magiar, que está no Brasil facilitada pela Governo da Hungria.
De folga solicitou a visita à Associação Húngara, para conhecer os locais por onde entraram os imigrantes suábios húngaros, na região do Alto Garibaldi [divisa de Jaraguá do Sul e Rio dos Cedros].
A visita facilitou a compreensão da história, geografia, bacia hidrográfica do riacho Garibaldi e Rio Jaraguá, bem como os aspectos florestais, agricultura [monocultura da banana e plantações de aipim], pecuária, edificações históricas dos pontos de sociabilidades como, a Igreja São Pedro, unidade escolar [sede Associação de Moradores] e cemitério católico.
Ademir Pfiffer - Historiador

Estrada Garibaldi, memória e história da imigração húngara - 02



Jaraguá do Sul [SC] - Estrada Garibaldi, memória e história da imigração suábia húngara - 02. 
O vídeo é fruto da visita da professora Gabriela de Língua Estrangeira Magiar, que está no Brasil facilitada pela Governo da Hungria.
De folga solicitou a visita à Associação Húngara, para conhecer os locais por onde entraram os imigrantes suábios húngaros, na região do Alto Garibaldi [divisa de Jaraguá do Sul e Rio dos Cedros].
A visita facilitou a compreensão da história, geografia, bacia hidrográfica do riacho Garibaldi e Rio Jaraguá, bem como os aspectos florestais, agricultura [monocultura da banana e plantações de aipim], pecuária, edificações históricas dos pontos de sociabilidades como, a Igreja São Pedro, unidade escolar [sede Associação de Moradores] e cemitério católico.
Ademir Pfiffer - Historiador